Qual o perfil do coworker brasileiro? 

Um estudo realizado pela organização Coworking Brasil, como uma extensão do Censo realizado todo ano, revelou as características principais dos trabalhadores brasileiros que se alinharam à cultura do coworking em busca de inovação, conexão e sucesso profissional. Através do estudo foi estimado que 214 mil pessoas frequentam mensalmente um espaço de coworking, e a maioria deles frequenta o espaço diariamente (37%).

Outro dado relevante foi a identificação de gênero, já que 50% são homens, 49% são mulheres e 1% se identifica com outro gênero. A idade média é de 33 anos, sendo que a mínima foi 18 e a máxima 60 anos.

Já o grau de escolaridade é bastante variado: 41% é pós graduado, 38% possui o ensino superior completo e 18% ainda não concluiu o ensino superior. Além disso, 65% dos entrevistados não possuem filhos, 34% viajam anualmente e 7% viaja mais de uma vez por ano.

Sobre o perfil profissional, 43% são donos da própria empresa, 31% são profissionais autônomos e 26% são funcionários de alguma Instituição. As áreas de atuação mais frequentes são o campo de administração, serviços, comunicação, informação, artes e design, isso se deve pelo fato de todas essa áreas serem bem desenvolvidas de maneira retroativa e se beneficiarem com interações, troca de conhecimentos e compartilhamento de ideias.

Em relação a essa conectividade, um dos maiores traços dos espaços de coworking, 33% já foi contratado por um colega do espaço frequentado, 73% dizem já ter aprendido algo com o companheiros do coworking e 66% dizem que não abandonariam a modalidade, para ir trabalhar em um escritório comum, mesmo que o custo fosse o mesmo.

Esse contentamento também se expressa na porcentagem de coworkers que recomendam a amigos e familiares, experimentar trabalhar em um coworking: 99%!

Faça parte, você também, desta inovação do mundo corporativo e otimize o seu trabalho, sua produção e seu estilo de vida, conosco da New Working!

Por: New Working